Relatório do curso Direitos Humanos nas Empresas

Instituto Noberto Bobbio e Corretora Magliano

Outubro/Novembro 2010

 

O curso Direitos Humanos nas Empresas foi sugerido após a análise dos dados recolhidos na pesquisa realizada pelo Instituto Norberto Bobbio e pelo Plano CDE sobre Direitos Humanos. O curso foi desenvolvido na Corretora Magliano para cerca de 20 pessoas, em módulos semanais durante os meses de outubro e novembro de 2010. O trabalho apresentou alguns fundamentos dos Direitos Humanos e discutiu sua importância como um conjunto de princípios éticos a serem mobilizados no plano das relações internacionais, na organização dos estados nacionais democráticos e até mesmo como guia para as relações interpessoais. Vista como elemento central na discussão sobre os Direitos Humanos no Brasil, a questão da desigualdade perpassou todas as temáticas desenvolvidas, quais sejam:

  • Fundamentos e natureza dos Direitos Humanos
  • Direitos Humanos como um conjunto de princípios e valores.
  • Direitos Humanos entre a Declaração e sua consolidação: o direito à igualdade e a questão racial.
  • Direitos Humanos entre a Declaração e sua consolidação: a desigualdade social.
  • Direitos Humanos e o direito à diferença.

            Destaca-se também que para esse trabalho foram utilizadas diferentes linguagens estéticas como o teatro, o cinema, a literatura e a fotografia. A partir da exploração destes recursos foi possível:

  • sensibilizar/tornar perceptível a importância de pensar sobre Direitos Humanos,
  • discutir os conceitos a eles relacionados a partir de elementos da cultura brasileira,
  • discutir elementos inerentes às linguagens, a relação entre a forma e o conteúdo, entre a linguagem e o assunto.

            Ao final do curso, uma pequena avaliação foi realizada com base em três níveis de compreensão acerca do curso, materializadas nas seguintes questões:

  • Quais foram os conceitos e atividades culturais mais marcantes pra vocês?
  • Como os valores e ações ligados aos Direitos Humanos podem ser orientadores em suas relações interpessoais e em suas relações profissionais?
  • Por último, como os Direitos Humanos podem contribuir para as relações na sua empresa, sob o ponto de vista institucional?

Tais questões visaram apreender não só o grau de compreensão dos participantes sobre o tema dos direitos humanos, como também sua avaliação quanto à abordagem do tema.

 

Informações obtidas

            Trabalhar com a temática dos Direitos Humanos demanda a sensibilidade para o tema, a compreensão de conceitos a eles relacionados e a disposição para a atuação política (no sentido lato da palavra). Neste sentido, o trabalho foi desenvolvido sob a perspectiva da formação. Mais do que uma vivência ou um treinamento, a experiência da formação é sempre abrangente e transformadora e dela não se depreende os seus desdobramentos. O que difere de uma situação de treinamento em que as metas e, principalmente, os resultados podem e devem ser facilmente reconhecidos e mensurados. Nesse sentido, a avaliação de um curso de formação requer cuidados, pois nem sempre os resultados mais importantes e duradouros são perceptíveis ou acessíveis de maneira imediata. No entanto, é possível indicar alguns aspectos positivos de nossa experiência na Corretora Magliano a partir dos comentários realizados pelos participantes  aqui citados como tópicos:

  • Pensar sobre os Direitos Humanos em diálogo com a História do Brasil facilitou a compreensão do tema e favoreceu a adesão a seus princípios.
  • Pensar sobre os Direitos Humanos a partir de elementos da cultura brasileira ajudou a produzir reflexão e conhecimento sobre situações cotidianamente vivenciadas.
  • Distinguir situações de preconceito, discriminação e racismo favorece seu combate dentro e fora da empresa.
  • Discutir casos de violação dos Direitos Humanos ampliou as perspectivas de atuação individuais e institucionais.
  • O curso ofereceu subsídios para discutir propostas de promoção dos Direitos Humanos na empresa.

Pode-se afirmar, em suma, que o curso foi bem recebido pelos participantes que viram nas discussões a possibilidade de se aproximar do tema e de desenvolver conceitos fundamentais a ele relacionados. A reflexão sobre o tema foi bastante destacada como o aspecto mais positivo do curso e muitos dos participantes indicaram o desejo de continuidade dos encontros formativos em periodicidade quinzenal ou mensal.

Anúncios
Esse post foi publicado em Filosofia do Direito: Temas da filosofia de Bobbio, Instituto Bobbio. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s