Desenrolando os gatos: a chegada da cidadania de mercado.

Empresas se dão bem com pacificação das favelas

O emaranhado de fios elétricos passando rente às casas espremidas em uma viela do morro do Cantagalo, zona sul do Rio de Janeiro, contrasta com inúmeros medidores de energiarecém-instalados. “Agora, as pessoas pensam duas vezes antes de instalar um ar-condicionado”, comenta a diarista Andrea Maria Rosa Gomes,de 48 anos, resumindo a mudança de comportamento de grande parte dos moradores, que antes tinham ligações tem clandestinas e não pagavam pela energia.

            A paz estabelecida em uma série de comunidades cariocas até pouco tempo dominadas por traficantes armados com fuzis já está se convertendo em cifras para grandes empresas que antes não subiam os morros, temerosas pela segurança de seus funcionários. Os grandes filões estão em serviços como TV por assinatura, telefonia e energia elétrica.

            Da varanda da casa de Andrea, a vista para o mar de Ipanema impressiona tanto quanto a do mar de antenas de televisão via satélite instaladas nas residências vizinhas, morro abaixo. Perguntados sobre o que acham do serviço moradores não se sentem o à vontade para falar, aparentemente ainda com receio, já que as operadoras tomaram o lugar das centrais de televisão comandadas por traficantes, a chamada “Gatonet”.

            Uma das empresas a entrar nesse mercado, ainda no ano passado, foi a Sky. A compamnhia lançou um pacote especial, com 89 canais, para as reigiões com Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) por um preço reduzido: R$ 44,90.

 Fonte: Jornal  O Liberal, Americana, 13 de fevereiro de 2011.

Anúncios
Esse post foi publicado em Filosofia do Direito: Temas da filosofia de Bobbio. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s