Eleito o novo Presidente da V República: François Hollande, do Partido Socialista

Camila Perruso | de Paris, para o INB

No dia 06 de maio de 2012 a França elegeu seu segundo presidente do Partido Socialista (PS) da V República, François Hollande. Depois do outro François, presidente Mitterrand eleito em 1981, um candidato de esquerda mobilizou na noite dessa data uma multidão que se concentrava na Praça da Bastilha, tradicional ponto de referência popular, onde se iniciou a Revolução francesa em 14 de julho de 1789. O atual presidente, que ganhou de Nicolas Sarkozy do Partido União por um Movimento Popular (UMP), em seu discurso de posse apresentou seu desejo de mudança (o slogan de sua campanha foi “a mudança é agora”) e de dar de novo a confiança ao povo francês. Ademais, colocou-se como servo da França, sem deixar de mostrar suas inquietudes visto o grande desafio que terá pela frente, em razão das diversas faces da crise econômica que impacta a Europa nos últimos anos.

Hollande divide seu plano de governo em três tópicos diretores, afirmando suas bases socialistas ao se comprometer em colocar a França em ordem, com o restabelecimento da justiça, devolvendo a esperança às novas gerações, e ao dizer que construirá uma República exemplar e um Estado que seja internacionalmente escutado. Nesse sentido, propõe que um novo modelo de desenvolvimento sustentável (econômico, social e ambiental) deve ser construído a fim de impedir o declínio do país, considerando a economia antes das finanças, e recolocando a competitividade francesa a partir de seu papel de Estato estratégico pela criação e pela inovação. Adicionalmente, pretende aumentar o poder de consumo pela distribuição de renda, combater o desemprego, incentivar a agricultura sustentável, começar a transição energética, dar a Europa os meios de competir igualmente face à globalização.

Como contraponto à política desenvolvida por Sarkozy, o novo presidente compromete-se a edificar uma igualdade real, com liberdade de escolha, a fim de promover uma França justa, a dar a todos as crianças a possibilidade e os meios para seu crescimento e autonomização, pela valorização da educação, pelo acesso à saúde, à moradia, e assegurando aos mais velhos seu lugar na sociedade, pela igualdade perante à lei e diante dos impostos. Ademais, diz que renovará a promessa republicana por uma nova proposta democrática que unirá os franceses, pois anuncia que seu antecessor dividiu o país e feriu a República, sendo necessário resignificar os valores da cidadania e do autruísmo, em uma sociedade de direitos e deveres, compondo uma democracia respeitada porque respeitável.

Nessa perspectiva, cumpre ressaltar que 80,35% dos franceses foram às urnas nesse segundo turno exercer seu direito ao voto, elegendo Hollande com 51,63% dos votos contra 48,37% dos eleitores a favor de Sarkozy, sendo que 4,66% optaram pelo voto branco ou nulo. Quanto ao primeiro turno, não se pode ignorar o fato de que a candidata Marine Le Pen, do partido Frente Nacional da extrema direita, obteve 17,9% dos votos – demonstrando um aumento do interesse do povo francês em constituir um governo que defende o país para os nacionais. Contudo, a eleição de um candidato de esquerda, cujas bases são socialistas, revela necessariamente a escolha de um projeto diferente. O povo francês decidiu por um projeto pautado na igualdade, em uma distribuição da riqueza mais igualitária. Optou por reinventar uma nação que tem em sua fundação os princípios da igualdade, da liberdade e da fraternidade, assinalando um verdadeiro desejo de mudança e renovação da esperança.

O blog do Instituto Norberto Bobbio discutirá semanalmente as eleições de 2012 na França até o momento das eleições legislativas que ocorrerão nos dias 10 e 17 de junho. O objetivo dessa breve série é apresentar o debate que tem se realizado relativo às eleições no país, mas sobretudo lançar um olhar às questões-chave apresentadas pelo novo presidente da República no contexto da crise vivida pela Europa, à luz das considerações de Bobbio, para quem a democracia, a liberdade e a igualdade sempre foram ideais tão caros.

Anúncios
Esse post foi publicado em Conexão Paris: Eleições 2012 | por Camila Perruso. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Eleito o novo Presidente da V República: François Hollande, do Partido Socialista

  1. Pingback: Conferência ambiental na França: as questões do desenvolvimento sustentável na pauta governamental | INB-Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s